Tradutor

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

• Personagens


Light Yagami (em japonês: Yagami Raito): Estudante que encontra um caderno nomeado Death Note, que foi propositalmente derrubado no mundo dos humanos pelo shinigami Ryuk (em japonês: Ryuku). Após confirmar a veracidade do caderno, Light passa a punir criminosos de todo o mundo, assim recebendo da mídia a alcunha Kira (corruptela de killer, assassino em inglês).


Misa Amane (em japonês: Amane Misa): Atriz e modelo, é muito imatura, por isso tende a irritar-se com facilidade. Assume a identidade de Segundo Kira após receber um Death Note da shinigami Remu. Como é agradecida a Kira por punir o assassino de seus pais, quer colaborar e participar do "Novo Mundo" sugerido por ele. Apaixonou-se por Light a primeira vista e fará qualquer coisa por ele.



Investigadores do Caso Kira:


L Lawliet
(em japonês: Eru Roraito): Maior detetive do mundo, L possui também as identidades de Hideki Ryuga , Ryuzaki , Eraldo Coil (suposto segundo maior detetive do mundo) e Deneuve (suposto terceiro m
aior deteti
ve). L se interessa imediatamente pelo caso Kira e passa a colaborar com a polícia japonesa. Mais adiante, forma uma equipe de investigação para capturar Kira.

Watari , cujo nome real é Quillsh Wammy(em japonês:Kirushu Waimī), é o braço direito de L. É um grande inventor e um homem generoso. Era assistente do L que forneceu a logística para a equipe de investigação. Seu nome real, assim como sua profissão original, não será revelado facilmente. Watari era também um marksman(atirador de elite)treinado, como mostrou imediatamente antes da apreensão de Kyosuke Higuchi.Fundou um orfanato para selecionar crianças que possam ser sucessoras de L.

Soichiro Yagami (em japonês: Yagami Soichiro): Pai de Light, também é vice-diretor da polícia japonesa conhecida como Força Tarefa no anime dublado e entra no time de investigação para caçar Kira. Depois, se torna comissário-adjunto da polícia conhecido como Chefe pelos outros policiais.









Tota Matsuda (em japonês: Matsuda Tota): Policial do time de investigação que ad
mira muito seu diretor Soichiro, com quem sempre trabalha.
Quando o diretor assume o caso Kira, Matsuda entra no time de investigação, mas é meio atrapalhado e bobão, mas faz de tudo para Ryuzaki e os ou
tros da força tarefa notem a sua ajuda na investigação
.






Shuichi Aizawa (em japonês: Aizawa Shuichi): Outro policial do time de investigação. É muito sério e sempre coloca o dever em primeiro lugar, e não suporta as frescuras e brincadeirinhas toscas de Matsuda.








Hirokazu Ukita (em japonês: Ukita Hirokazu): Mais um policial do time de investigação. Morreu ao tentar investigar o Segundo Kira, ou tentar parar uma exibição na tv sakura sobre o propriom segundo kira.










Hideki Ide (em japonês: Ide Hideki): Entrou para a Central de Operações pouco antes da morte de L, pois nunca confiou nele. Entrou por causa de seu amigo Aizawa pois achava o seu trabalho muito bom.










Kanzo Mogi (em japonês: Mogi Kanzo): Trabalha na Central de Operações e pensa mais do que fala. Já se passou por "ajudante" da misa misa para que o pessoal da Yotsuba não desconfiasse.









SPK (Special Provision for Kira):



Near (em japonês: Nia): pseudônimo de Nate River. Foi criado na Wammy's House, juntamente com Mello. Sempre houve uma disputa entre os dois pelo lugar de L. Disse que colaboraria com Mello sob o título de L, mas este recusou-se. Seria o sucessor de L se tal título não passasse antes para Light Yagami. Near fundou uma comissão independente de investigação do caso Kira sem relação com o segundo L chamada SPK (Special Provision for Kira), consistindo em agentes do FBI e da CIA como força principal. Near se torna o principal obstáculo de Kira daí pra frente. É um grande admirador de L.



Stephen Gevanni (em japonês: Sutefan Jebani), cujo nome real é Stephen Loud (Sutefan Raudo) ficou investigando Teru Mikami, já que ele era suspeito de ser ajudante de Kira.






Halle Lidner (em japonês: Haru Ridona), cujo nome real é Halle Bullook (em japonês: Haru Burokku) é ex-agente da CIA que ficou como segurança espiã de Kiyomi Takada, para saber de algo sobre a relação dela com o suposto Kira.









Anthony Rester (em japonês: Antoni Resuta), cujo nome real é Anthony Carter (em japonês: Antoni Kata) é o investigador braço direito de Near.










Máfia de Mello:


Mello (em japonês: Mero): Mihael Keehl é seu nome verdadeiro. Mello foi criado no orfanato Wammy's House, de onde saiu quando L morreu, dizendo deixar Near ser seu sucessor, mas indo atrás de um Death Note e fundando assim seu grupo mafioso. Está sempre acompanhado de uma barra de chocolate. Está sempre dizendo que não se dá bem com Near e não quer juntar forças com o mesmo. Ele é um garoto loiro com corte chanel, olhos azulados, e adquire uma cicatriz que pega seu rosto inteiro, causada pela explosão que fez ao fugir.



Rod Ross (Rodd Los (em japonês: Roddo Rosu)), cujo nome real é Dwhite Gordon (Dwhite Godon (em japonês: Dowaito Godon) é o chefe da mafia. Ross segue as ordens de Mello. Seu nome é facilmente conhecido, então Light mata-o.









Jack Neylon (em japonês: Jakku Neiron), cujo nome real é Kal Snydar (em japonês: Karu Sunaida) é aquele que tinha os olhos do Shinigami e fez os assassintatos para Mello.








Os Shinigamis:



Ryuk (em japonês: Ryuku) enganou o rei dos shinigamis para adquirir o Death Note de Sidoh e soltá-lo no mundo humano, que cai nas mão de Light, a partir daí ele começa a segui-lo por causa do death note.



Remu (em japonês: Remu) trouxe o DeathNote de Misa Amane adquirido de Gelus após sua morte. Desde então passou a segui-la. Morreu após estender a vida de Misa matando L e Watari.






Jealus (em japonês; Jerasu) sempre assistiu a vida de misa amane, mesmo estando no mundo dos shinigamis, que acabou se apaixonando por ela. Quando chegou o ultimo dia de vida dela, ele impediu mantando o cara que iria assassina-la, e acabou morrendo e estendendo a vida de Misa Amane.








Sidoh (em japonês: Shido) veio ao mundo humano recuperar seu Death Note, que Ryuk havia pego anteriormente.




8 Executivos da Yotsuba :



Kyosuke Higuchi (em japonês: Higuchi Kyōsuke) é o executivo da Yotsuba que tinha o Death Note, é um homem ganancioso e ambicioso que foi escolhido por Remu conforme as instruções que Light havia fornecido.










Shingo Midou (em japonês: Midu Shingo) é o Vice Presidente de Estratégia da Corporação e o Diretor de Planejamento Financeiro, sente-se reservado diante do Kira presente na Yotsuba e pondera deixa os outros membros.








Reiji Namikawa (em japonês: Namikawa Reiji) é o Vice Presidente de Vendas. Ele inicialmente encoraja o Kira da Yotsuba. Depois de receber um telefonema de Light ele cessa sua participação e observa o cenário. How to Read descreve ele como um talentoso dos integrantes que tem o potencial para manipular Kira.



Eiichi Takahashi (em japonês: Takahashi Eiichi) é o Vice Presidente de Divisão de Planejamento Material da Yotsuba. How to Read 13 descreve que ele "nunca teve que ser um verdadeiro líder" e que ele tem selecionado os encontros para agradar Higuchi. O livro adiciona que outros membros veem Takahashi como idiota porque ele não tem muitos argumentos em seus comentários.







Suguru Shimura (em japonês: Shimura Suguru) é o líder do pessoal. How to Read 13 descreve ele como um paranóico e sempre "fecha os olhos" nos outros. A capacidade de Shimura de prestar atenção em mínimos detalhes permite ele entrar nos encontros; Ele avisou sobre o disfarce de Namikawa.









Masahiko Kida (em japonês: Kida Masahiko) é o Vice Presidente de Direitos e Planejamento. Kida controla as finanças do comitê e contata "Eraldo Coil." How to Read 13 descreve ele como calmo e colecionador. Entretanto ele não é disponível em negociar com surpresas, desperando em si o pânico quando "Eraldo Coil" pede a ele mais dinheiro.







Takeshi Ooi (em japonês: Ooi Takeshi) é o Vice Presidente da VT Enterprises. Ele é velho e mais influente membro e ele aparece para controlar as conferências. Ele individualmente contata os membros do comitê.









Arayoshi Hatori (em japonês: Hatori Arayoshi) é o Vice Presidente de Marketing. Começou a temer os planos de Kira e queria deixar o grupo e acabou morto por isso.







Agentes do FBI :


Ray Penber (em japonês: Rei Penba): Um dos agentes do FBI chamados por L para investigar o time da polícia japonesa e suas famílias. É ele o encarregado de espionar Light Yagami. Que foi morto por kira logo após ter matado os outros 12 agentes que estavam no japão.








Naomi Misora (em japonês: Misora Naomi): Ex-agente do FBI, é noiva de Raye Penber. Ela é bastante inteligente e já trabalhou para o L em casos anteriores. Com ela estava a pista necessária para incriminar Light Yagami no início da trama após a morte de seu noivo, mas é surpreendida por kira e morre enforcada.








Criminosos Mortos pelo Kira:


Kurou Otoharada (em japonês: Otoharada Kuro) é o sequestrador que foi a primeira vítima de Kira que foi morto em ação. Kira o usou para testar o Death Note.






Takuo Shibuimaru (em japonês: Shibuimaru Takuo), cujo apelido é Shibutaku (em japonês: Shibutaku "Cool Taku"), é um cara que estava tentando estrupar uma moça e foi morto como teste de Kira em um acidente.









Lind L. Tailor (em japonês: Rindo Eru Teira) é um criminoso condenado à pena de morte que L usou para verificar que Kira pode matar sem ir ao local da vítima.










Kiichiro Osoreda (em japonês: Osoreda Kiichirō) é um drogado que Kira manipulou para sequestrar o ônibus e descobrir a identidade de Raye Penber.




Outros Personagens:



Aiber (em japonês: Aiba), cujo nome real é Thierry Morello (em japonês: Tieri Morero) é um ex-criminoso (estelionatário) que ajudou L na investigação da Yotsuba.





Wedy (em japonês: Uedi), cujo nome real é Mary Kenwood (Merrie Kenwood (em japonês: Meri Kenuddo)) é uma ex-criminosa que ajudou L na investigação da Yotsuba infiltrando câmeras e escutas na sala de reunião.









Hitoshi Demegawa (em japonês: Demegawa Hitoshi) é o diretor da Sakura TV que usa métodos exagerados para chamar atenção, principalmente usando o caso Kira, tudo pela audiência de seu canal de televisão.










Teru Mikami (em japonês: Mikami Teru): É o novo Kira escolhido por Light. Mikami era discriminado na escola por sua moral e pelos desejos de punir aqueles que considerava maus. Por causa disso ele resolveu ser um promotor e passou a acreditar que Kira é um deus. Ele também é muito inteligente, como Light, mas parece contente em ser um seguidor leal de Kira, tanto que, na versão do anime, se suicida para que Light tenha a chance de escapar. No mangá ele enlouquece depois de 10 dias na prisão.



Koreyoshi Kitamura (no japonês: Kitamura Koreyoshi) é o diretor geral da polícia japonesa e superior de Soichiro. Ele se sente pressionado pela Yotsuba. How to Read 13 descreve ele como um homem bom.




Matt (em japonês: Matto) Mail Jeevas é seu nome verdadeiro. Pouco se sabe sobre Matt. Ele trabalha para Mello, não se sabe o por quê. Está sempre acompanhado de cigarros e de um videogame. Usa goggles amarelados e blusa listrada. Foi pego pelos seguranças de Takada em um bloqueio de carros levando vários tiros. Um dos poucos que não morreu para o Death Note.



Roger Ruvie (em japonês: Roja Ravi) aparece nas versões de mangá e anime, como o diretor do Orfanato Wammy quando Watari não está presente; ele é ciente do estado de L e Watari. No final do mangá ele aparece como o novo Watari para Near. Seu aniversário é 29 de Abril de 1939. Ele não fica com as crianças, preferindo a companhia de insetos, de acordo com o livro Death Note: How To Read 13.







Sachiko Yagami (em japonês: Yagami Sachiko) é a esposa de Soichiro Yagami e mãe de Light. Como sua filha, ela desconhece as ações de Light como Kira mesmo depois de sua morte.










Sayu Yagami (em Japonês: Yagami Sayu) é a irmã mais nova de Light Yagami. Como sua mãe, ela nunca soube sobre Light ter posse do Death Note ou de sua identidade como Kira. No mangá e anime, a máfia de Mello sequestra ela em troca da posessão do Death Note pertencente a equipe de investigação.







Kiyomi Takada (em japonês: Takada Kiyomi) é uma jornalista escolhida por Teru Mikami para ser a porta-voz de Kira. Foi colega de Light na faculdade, com quem tinha namorado. Ajudou Kira em seus planos.

4 comentários:

Eu amo o Death Note first page !

gostei muito do blog bem legau e informativo ta de parabens

o nome do near é nate river mesmo, no ultimo ep esta escrino no death note do mikami legal quem prestou atençao nisso, achei que fosse o unico

Postar um comentário